Posto de trabalho

Categoria: Arquivo faça você mesmo
Rótulo:
Compartilhar:

Para que serve

Um número incrível de bancadas de trabalho pode ser encontrado no mercado. Seja qual for a marca, tamanho, preço ou equipamento necessário, você pode ter certeza que existe um modelo projetado especificamente para atender a essas necessidades específicas. As bancadas só podem ser uma peça essencial no equipamento de um entusiasta do faça você mesmo, bem como de quem trabalha profissionalmente como artesão. Mesmo quem não realiza frequentemente estas tarefas domésticas pode ainda achar útil adquirir uma bancada de trabalho, talvez pequena ou dobrável, para realizar todas as operações necessárias com total segurança. É claro que a escolha da bancada deverá ser influenciada pelas próprias aptidões de utilização, bem como pelas actividades para as quais normalmente se espera necessitar dela, o que implicará uma escolha precisa dos acessórios que serão utilizados e do ferramentas para colocar nele. Uma bancada pode custar até algumas centenas de euros, mas é evidente que se trata de modelos caracterizados por uma elevada resistência ao desgaste, bem como por uma evidente solidez estrutural. É por esta razão que o seu preço será depreciável ao longo do tempo e não se revelará uma despesa imprudente. Por outro lado, a solidez da bancada deve ser uma das primeiras avaliações a ser feita na hora da compra. A espessura da madeira e a sua resistência são duas características fundamentais desta ferramenta. A resistência da superfície de trabalho também está diretamente ligada a uma série de utilizações que de outra forma não seriam possíveis, como as ligadas ao uso de tornos, de serem fixadas à própria superfície de trabalho. As versões básicas nem sempre vêm completas com acessórios adicionais, mas pode ser muito útil gastar um pouco mais em um produto que também possui prateleiras adicionais, talvez fechadas por portas. Desta forma, você terá espaço para guardar todas as ferramentas não utilizadas, tendo-as sempre à mão.

Características

É muito interessante notar como os primeiros exemplos de bancadas remontam à época romana. Na verdade, falaremos mais especificamente sobre bancos de carpinteiro e uma necessidade que surgiu com a difusão de uma nova ferramenta, a plaina. A necessidade de utilizar a plaina dá origem a uma outra necessidade, a de segurar firmemente no lugar a peça de madeira a ser trabalhada. Torna-se imediatamente evidente que a única forma de fixar a mesa sobre a qual foi realizado o trabalho de aplainamento era através da utilização de cunhas ou batentes metálicos, concebidos para encaixar a peça de madeira na superfície de trabalho. Essas ferramentas, porém, por sua vez tiveram que ser fixadas no balcão abaixo, para funcionarem com máxima segurança. Aqui, portanto, nasceram as primeiras bancadas de trabalho. É curioso sublinhar que não houve evolução significativa deste modelo nos séculos seguintes, pelo menos até 1700 na Europa. Só nesses anos, de facto, assistimos à difusão definitiva dos tornos de parafuso para bancadas de carpinteiro. Como vimos, a bancada moderna é uma derivação direta daquela do século XVIII, ou melhor, uma mera variante, mas sem diferenças substanciais. É claro que é possível encontrá-los de qualquer tamanho, mas geralmente a espessura varia de 5 a 10 centímetros, para um comprimento que varia entre 2 metros e 2 metros e meio, bem como uma largura entre 50 e 65 centímetros . A estrutura do banco é composta por quatro pernas, também extremamente robustas e ligadas por tirantes cruzados. O tampo pode ser fixado à base ou simplesmente colocado sobre ela, de forma a permitir a sua desmontagem e arrumação com mais facilidade. Às vezes até a base e as pernas podem ser desmontadas ou dobradas, novamente para facilitar o transporte e armazenamento quando não estiverem em uso. A altura de uma bancada também determina parcialmente o tipo de uso principal para o qual foi projetada. Na verdade, bancadas de trabalho com cerca de 80 centímetros de altura são preferidas se você realizar muitas operações, como aplainar, enquanto as mais altas são mais adequadas para trabalhos de precisão, como talhar. Muitas vezes, em um dos lados longos da bancada há uma ranhura especial para colocar as ferramentas durante o uso, mas de forma segura para o usuário. Nas bancadas de carpinteiro encontramos então dois tornos de madeira com parafusos também de ferro. Os fixadores utilizados em uma bancada são de vários tipos e todos possuem nomes específicos. No detalhe, estão os cachorros, compostos por um esquadro com cabeça, para bloquear a peça a ser trabalhada; o caranguejo, próprio para madeira fina; a barra em forma de L com a qual a tábua de madeira é fixada na superfície de trabalho. Este mecanismo de tornos e batentes permite fixar e trabalhar uma peça de madeira qualquer que seja a sua espessura ou tamanho, tudo com extrema segurança para o utilizador.

Como construir uma bancada

Uma alternativa à compra poderia ser criar uma bancada de trabalho faça você mesmo. Esta é uma opção que irá agradar especialmente a quem se dedica constantemente à carpintaria e à bricolagem. A construção de uma bancada, para quem já está bastante familiarizado com este tipo de trabalho, não deverá apresentar grandes dificuldades, no entanto é sempre bom ter alguns conselhos em mente e criar uma ficha do objeto que se vai criar, para acompanhar passo a passo todas as fases da obra, verificando o trabalho realizado antes de iniciar uma fase subsequente. Geralmente, as ferramentas necessárias são tábuas de madeira, furadeira, fresadora, tornos, pregos, lixas, parafusos. Deve-se sempre lembrar que a bancada deve ser construída em madeira maciça, escolhendo uma essência que seja capaz de suportar os diferentes esforços a que a estrutura estará submetida. A altura da superfície de trabalho também é crucial. Não deve ultrapassar 110 centímetros nem ser inferior a 90, para garantir um excelente conforto. É claro que você precisará de muito espaço para realizar este trabalho e também depois, principalmente se não pretende guardar a bancada todas as vezes após o uso. Uma das primeiras operações a realizar diz respeito à decisão a tomar sobre a posição que as ferramentas metálicas irão ocupar. Para eles serão feitos furos específicos, colocados a uma certa distância uns dos outros e, geralmente, de formato quadrado. Também é possível avançar para a construção de uma superfície móvel, de forma a evitar os movimentos contínuos da peça a ser trabalhada em favor de um trabalho mais preciso. Quaisquer ferramentas em uso, entretanto, devem ser fixadas em suportes especiais. Mesmo que seja uma bancada, não se deve esquecer de lixá-la, para que fique com uma superfície lisa e polida. Para realizar esta operação basta uma boa lixa.

A compra

É verdade, como já dissemos, que você também pode construir uma bancada de trabalho, mas, às vezes, esta não é a melhor solução se você ainda não for bastante prático e habilidoso no ramo. Por outro lado, existem muitas possibilidades no mercado para consultar e encontrará um produto que pode satisfazer as principais necessidades de cada utilizador. Porém, antes da compra propriamente dita, será uma boa ideia obter informações suficientes e ter em mente algumas dicas para que você possa fazer uma escolha cuidadosa. Caso contrário, de fato, você pode acabar gastando muito ou preferindo um produto de baixa qualidade, acreditando na economia e não considerando, em vez disso, que poderá precisar de vários outros acessórios para realmente ter disponíveis as ferramentas que precisa. Parece oportuno sublinhar, de facto, que uma importante característica adicional que, em nossa opinião, uma boa bancada deve ter consiste em prateleiras ou gavetas adicionais especiais nas quais as ferramentas podem ser guardadas quando não estão em uso. Desta forma, terá a oportunidade de manter o seu posto de trabalho sempre arrumado, tendo todas as ferramentas à mão. Geralmente este tipo de bancada é um pouco mais cara que a simples, mas pode realmente representar uma solução ideal para quem tem pouco espaço disponível e precisa manter tudo em ordem. Por outro lado, se não dispõe de um local fixo para deixar a bancada, será preferível uma solução dobrável e removível, de forma a ocupar o mínimo de espaço quando não estiver a ser utilizada. Se formos verdadeiros entusiastas do DIY, a bancada será um pouco como a nossa oficina pessoal. Neste caso, é melhor não poupar na qualidade e pensar que está a fazer uma espécie de investimento a longo prazo, que pode valer mais algumas dezenas de euros.

Bancadas usadas

A bancada pode ser adquirida nova, claro, mas também usada. Principalmente graças à internet é possível encontrar bancadas que ainda estão em excelentes condições apesar de não terem acabado de sair da fábrica. É óbvio que uma boa bancada, de elevada qualidade e com boas características técnicas pode durar décadas: então porque não aproveitar e adquirir uma boa peça a um custo certamente mais modesto, em vez de ser obrigado a escolher uma barata? e, talvez, de má qualidade? Existem vários sites onde é possível realizar este tipo de pesquisas mas, acima de tudo, não podemos deixar de mencionar o Ebay, onde poderá encontrar objetos novos e até usados para ganhar em leilão. As bancadas da melhor qualidade são feitas de madeira maciça com uma única mesa e equipadas com um torno também de madeira: dois pequenos truques para poder avaliar facilmente o tipo de produto que tem à sua frente. É certo que uma bancada grande é muito mais confortável do que uma pequena, mas se não houver muito espaço, mesmo uma versão menor da versão clássica de 2 metros x 1 metro fará seu trabalho mais do que bem. A possibilidade de fixar firmemente a bancada à parede através de parafusos de pressão especiais é excelente. Por último, para compreender o preço e a gama de personalização desta ferramenta, vemos dois tipos diferentes de ofertas comerciais, provavelmente também dirigidas a um público-alvo diferente:

  • no Andromeda Shopping você encontra diversas propostas de bancadas a preços acessíveis. Variam entre 22,51 euros para uma bancada simples e cerca de 107 euros para uma mais estruturada, equipada com gavetas;
  • uma empresa especializada, porém, é a Fami que produz diversos tipos de bancadas, também para uso profissional. Os materiais utilizados são multiplex, faia, urphen com rebordo, chapa de aço galvanizado, com ampla escolha de pés metálicos ou estruturas de gaveta. Os preços começam nos 530 euros, pelo menos para algumas peças em promoção.
Publicados: 2011-10-02De: Redazione

Você pode gostar

Explorando as alegrias das viagens em grupo: reveladas estadias em hotéis e aventuras

As viagens em grupo oferecem experiências compartilhadas únicas, e encontrar o hotel perfeito para acomodações em grupo é vital. Este artigo explora estadias longas, áreas de entretenimento, grupos de lazer, jantares de grupo, salas de grupo e excursões, destacando promoções e roteiros de aventura ideais para grupos que buscam diversão e camaradagem.

2024-06-21Redazione

Navegando pelo seguro de motocicleta: um guia completo para cobertura, termos e escolha das melhores opções

Este artigo explora várias facetas do seguro de motocicleta, incluindo tipos de cobertura, características principais, diferenças geográficas de preços e documentos essenciais necessários. Ele também oferece uma comparação detalhada das ofertas do mercado para garantir que os passageiros escolham os melhores e mais econômicos planos de seguro.

2024-06-19Redazione

Navegando no complexo mundo do seguro automóvel: um guia completo

Este artigo explora os meandros do seguro automóvel, abrangendo vários tipos de opções de cobertura, garantias adicionais e a documentação necessária. Também oferece uma análise comparativa das melhores ofertas do mercado por região, ajudando os leitores a tomar decisões informadas e sem surpresas.

2024-06-19Redazione

Explorando a dinâmica do aluguel de motocicletas: opções, documentação e melhores ofertas

Este artigo investiga o mundo do aluguel de motocicletas, cobrindo várias durações e opções de aluguel, juntamente com documentação essencial e armadilhas comuns. Também compara negócios de mercado, enfatizando escolhas seguras e com boa relação custo-benefício em diferentes áreas geográficas.

2024-06-19Redazione