Como cuidar de orquídeas

Come curare le orchidee
Categoria: Arquivo Jardinagem
Tag:
Condividi:

Orquídeas e espécies existentes

Sob este nome existe uma grande quantidade de espécies com flores muito bonitas. Alguns são típicos de países tropicais, outros da Ásia, América e América do Sul, outros ainda presentes em zonas temperadas de topo. Na Itália existem cerca de 29 espécies diferentes de orquídeas. Pertencentes à família Orchidales, as orquídeas são plantas herbáceas perenes e crescem principalmente nos troncos das árvores, principalmente as de origem tropical. Geralmente são consideradas espécies botânicas delicadas, mas na realidade não é o caso. Eles se adaptam facilmente a viver em qualquer ambiente, exceto geleiras e áreas desérticas.

Solo e fertilização

As orquídeas possuem raízes aéreas e se alimentam principalmente de substâncias em decomposição e microorganismos. As substâncias necessárias à vida e ao crescimento da flor são absorvidas pelas raízes. Encontramos no mercado vendidos em pequenos vasos, muitas vezes com as raízes cobertas por um substrato leve misturado com lascas de madeira e cascas. Por este motivo, não são necessários vasos grandes ou replantações muito frequentes. O solo para o cultivo de orquídeas deve ser leve, turfoso e bem solto. Deve-se evitar a estagnação da água que pode causar o apodrecimento das raízes. A planta necessita de um bom nível de umidade constante que também pode ser garantido com nebulizações diárias. Em geral, porém, os padrões de cultivo de orquídeas variam dependendo da espécie e do local de origem. Algumas espécies adoram luz direta, outras sombra parcial. A rega também é variável, algumas espécies requerem regas frequentes e humidade constante, outras requerem menos água. Essas plantas precisam de boa iluminação para vegetar e florescer. Evite o sol direto que pode danificar tanto as folhas quanto as flores, principalmente no verão, período em que os raios solares podem causar queimaduras nas plantas. Em relação às espécies, dosar o nível de luminosidade necessário expondo-as de forma adequada.

Como cultivar orquídeas

As orquídeas podem ser cultivadas tanto no interior como no jardim ou na varanda. Algumas espécies necessitam de altas temperaturas para viver (20-30°), por isso, durante o inverno, é aconselhável armazená-las em ambientes fechados. Outras espécies, porém, plantadas no jardim ou mantidas em vasos em zonas de clima temperado mediterrâneo, podem permanecer ao ar livre mesmo no inverno. No período de verão as regas devem ser frequentes, evitando que a mistura de solo resseque muito. Após o período de inverno, porém, as plantas devem ser irrigadas com fertilizante para estimular a floração. Algumas espécies dão flores de inverno. O florescimento das orquídeas dá vida a flores pequenas, médias e grandes, com as mais díspares cores e variações. As flores apresentam uma estrutura alada muito típica, caracterizada pela presença de três sépalas superiores e três pétalas inferiores. Cada flor possui órgãos masculinos e femininos reunidos em um único corpo colunar denominado ginostémio. Graças aos insetos que pousam nas corolas floridas, ocorre a polinização que pode ser assexuada e sexual. As folhas das orquídeas apresentam estrutura linear e alongada, presentes em grande número em algumas espécies e escassas em outras. A fertilização promove a floração como acontece em todas as plantas com flores.

Orquídeas fáceis de cultivar

Existem cerca de dez orquídeas que são mais fáceis de cultivar tanto em ambientes internos quanto externos. Neste guia examinaremos apenas alguns tipos. Isso não significa que se você for um verdadeiro entusiasta também poderá tentar cultivar espécies mais difíceis e exigentes em termos de cultivo e fatores como luz e temperatura. Phalaenopsis : de tamanho médio e com diversas cores, como roxo profundo, rosa, branco, vermelho, laranja, etc. encontramos a orquídea phalaenopsis. Requer uma temperatura média de 27° a 30°, mas também pode tolerar temperaturas mais baixas e mudanças curtas de temperatura que, em alguns casos, podem acelerar a floração, que pode durar até quatro meses. Requer que a adubação mensal seja realizada com adubo específico para orquídeas. Não gosta de sol direto. Dendrobium : a orquídea dendrobium, por outro lado, ao contrário das espécies examinadas anteriormente, adora os raios solares e dá flores que duram até um mês. Requer rega semanal e às vezes no inverno, até quinzenalmente. Eles mantêm a folhagem verde o ano todo e têm lindas flores brancas. Oncidium : caracterizado por flores de tamanho e formato muito particulares, apresenta flores ricas em cachos compostos por pequenas flores de cores vivas como o amarelo brilhante. Deve ser regada quinzenalmente, adora temperaturas em torno de 25/30 graus. As flores desta espécie são caracterizadas por um odor intenso. Cymbidiun : uma das espécies que se encontra facilmente nas floriculturas. Possui folhagem escura e flores variegadas de consistência quase aveludada. Requer rega semanal e alta umidade. no verão pode ser colocado ao ar livre em local com sombra. Ao contrário das espécies vistas anteriormente, o cymbidium cresce bem mesmo em temperaturas abaixo de 25 graus e floresce mesmo no inverno. Cattleya : de cor amarelo dourado e com caules que atingem no máximo 50 centímetros, esta espécie gosta de clima temperado com temperaturas entre 20 e 27 graus. requer fertilização mensal e teme a estagnação da água.

Publicato: 2016-04-21Da: Redazione

Potrebbe interessarti

Sistema antifurto sem fio no kit: como escolher

Quase todos os roubos ocorrem quando não há ninguém em casa, e nos últimos anos os roubos a residências aumentaram, tanto que segundo algumas estimativas foram roubados bens no valor de cerca de 40 milhões de euros, praticamente um roubo a cada 2 minutos. Por esta razão pode ser interessante equipar-se com um kit anti-roubo wireless, um sistema de baixo custo que pode ajudá-lo a tornar a sua casa à prova de ladrões.

2021-09-26Redazione

Alarme residencial: como escolher e instalar

O alarme anti-roubo residencial é um produto tecnológico que exige muito cuidado na sua escolha, pois é a ele que confiamos a nossa tranquilidade quando estamos no apartamento e principalmente quando saímos. Entre sistemas perimetrais, sensores volumétricos, tecnologias infravermelhas, microondas e rádio, a escolha muitas vezes é muito complicada, aqui está um guia que o ajudará a esclarecer.

2021-09-01Redazione
Migliori cover Samsung S9

Melhores capas para Samsung Galaxy S9

Quando você compra um smartphone do calibre do Samsung Galaxy S9 você não pode simplesmente esperar não arranhá-lo ou estragá-lo: torna-se necessário comprar uma capa que funcione como proteção, mas que também seja capaz de melhorar a aparência estética e a funcionalidade do telefone.

2018-05-24Redazione
Migliori cover iphone x

Melhores capas para iPhone X

O Iphone Dado o seu custo considerável, é altamente recomendável utilizar uma capa que proteja o smartphone preservando ao mesmo tempo a sua integridade e funcionalidade. E são tantas as capas desenhadas e criadas especificamente para o iPhone X: vamos ver quais são as melhores.

2018-01-17Redazione